Empatia

Quem mais inspira, todas as manhãs, a SouoqSoma? Que tal acompanhar essa história linda da nossa querida Paula Roosch e o Mídiamor?! www.midiamor.com.br

Paula Roosch – Fundadora do @midiamor
(Facebook e Instagram)

Criei o Mídiamor em 2017, com o desejo de estimular as pessoas a enxergarem a vida com um olhar mais otimista. Não me conformava com o dito popular de “que notícia ruim corre rápido” e pensava que o amor deveria ser divulgado na velocidade da luz – ou, no mínimo, na velocidade de uma publicação viral na Internet! Comecei a compartilhar histórias reais e fantásticas de mulheres e homens engajados em criar um mundo mais cheio de amor e em oferecer aos outros o que existe de mais bonito na alma humana.

Com o crescimento das redes sociais do Mídiamor, passei a receber mais e mais exemplos de altruísmo e amor ao próximo. Neste período, questionava sobre qual seria o combustível que impulsiona gestos de gentileza e de bondade, praticados até a desconhecidos. A resposta chegou até mim quando entendi a motivação por trás da atenção, dedicação, tempo, recursos, ideias e soluções que as pessoas doam para amenizar a dor dos outros: o que faz alguém sair da própria bolha e olhar para as necessidades e sentimentos ao seu redor é a tal da EMPATIA.

Todos nós temos a capacidade de sentir o que as outras pessoas sentem e de imaginar a sua experiência, como um ser único vivendo algo único. Apesar de termos essa capacidade inata, tendemos a ficar tão imersos nos nossos próprios pensamentos, que deixamos de estar atentos às necessidades dos outros. Com isso, perdemos oportunidades preciosas de criarmos conexões reais e profundas entre nós.

Foi então que entendi que, para motivar atos de altruísmo e compaixão, era preciso criar ferramentas para as pessoas sentirem e praticarem a empatia em suas rotinas e assim construírem relacionamentos melhores e mais profundos. Já não bastava somente criar inspirações otimistas.

Por isso, o conceito do Mídiamor e de todas as ferramentas e conteúdos gerados na nossa rede têm o propósito de estimular as pessoas a criarem uma verdadeira revolução do amor nos lugares onde convivem. Eu sempre fico muito feliz quando encontro pessoas que também sentem que não estão nesse mundo só de passagem e que querem expressar mais amor ao próximo, utilizando o melhor do seu potencial.

Hoje, o meu desejo é que o Mídiamor seja um portal para o lado mais bonito da humanidade, impulsionando as pessoas a terem conexões mais empáticas e cheias de amor. VIVER é sobre conVIVER e isso dá sentido à vida, nos completa.

Paula Roosch